San Andrés – Colômbia

16032014-16032014-REP_0994 Panorama
O mar das sete cores, assim é conhecida a Ilha de San Andrés.

Situada no mar do Caribe próximo 200km da Nicarágua e pertencente à Colômbia essa ilha de 28km2 e de águas cristalinas é um paraíso para quem quer gastar pouco e desfrutar das belezas caribenhas.

16032014-REP_1081

Minha viagem começou partindo do aeroporto de Guarulhos até Bogotá em um voo de aproximadamente 6 horas. (Atenção Bogotá é 2500 metros acima do nível do mar então não estranhe chegar lá e estiver frio)

DCIM105GOPRO
De Bogotá pegamos um voo domestico até a ilha, que dura mais umas 2:30 minutos. No embarque é cobrado uma taxa de 48.000 pesos por pessoa
A chegada à ilha é sobrenatural (recomendo comprar passagens do lado direto do avião da pra ver a ilha na chegada) ali você entende por que todos conhecem a ilha pelo mar das sete cores. O avião inteiro parece um ônibus escolar com todos olhando pela janela a chegada a ilha.
13032014-IMG_1929
Bem chegando a ilha todo mundo é muito receptivo.
Na ilha se fala o Espanhol o Inglês e o Crioulo, mas no final todo mundo entende o português.
Cuidado na saída do aeroporto tem algumas pessoas espertas que parecem ser prestativas porem querem uma gorjetinha para levar sua mala até no táxi que esta a 20 metros da porta.
DCIM105GOPRO
Os taxistas são super atenciosos mais a corrida tem que ser acertada antes da saída que geralmente é algo entorno de 12.000 pesos.
A vários hotéis na ilha de 5 a nenhuma estrela e muitas pousadas, o grande detalhe é escolher uma que esteja bem localizada.
Eu fiquei em uma pousada no centro da cidade, e era a 5 minutos  da praia 500mts e a 50mts de mercado, farmácia e outras bujiganguices
A pousada custou 130.000 pesos por dia, com ar condicionado, frigobar e chuveiro frio,  são poucos os hotéis e pousadas que tem chuveiro quente, a água por si só é quente  e da pra tomar banho tranquilamente sem passar frio.
16032014-REP_0947
San Andrés é livre de impostos o centro da cidade é repleto de lojas que vendem de balas até rodas de liga leve. O comercio abre de segunda a sábado das 9 as 21 parando 2 horas para o almoço.
16032014-REP_1097
As ruas são bem seguras o povo é muito educado, mais o transito é muito doido.
Carros sem placa, motociclistas sem capacete e carrinhos de golfe formam um emaranhado de gente nas ruas. A primeira vista tudo é muito caótico mas com o tempo você vê que funciona melhor que muitas cidades do Brasil.
16032014-REP_0964
Bom como cheguei na ilha as 13 horas decidi dar uma volta pelo centro, comprei algumas coisas necessárias como Snorkel e mascara e uns sapatinhos que custam 10.000 pesos e  que são essenciais para andar nos corais e na praia já que a costa inteira tem formações de pedras, comprei também  coisas para comer e beber e deixei na pousada.
16032014-REP_1737
Conversei com uma guia chamada Feliciana que atende as pousadas e hotéis.
Ela explica como funciona cada coisa e quanto custa,  marca os passeios para as ilhas e da toda essa assessoria sem custo.
Acertamos com ela que iríamos pegar um carrinho de golfe para dar a volta na ilha. Pegamos este carrinho por volta das 9 da manhã e devolvemos as 18 horas com um custo de 70.000 pesos, em outros pontos da cidade  o pessoal cobra até 150.000 pesos por dia.
DCIM103GOPRO
Pegamos o carrinho e passamos pelos pontos turísticos da ilha. Algumas das atividades deixei de fazer por que minha esposa esta grávida. Então o roteiro foi alterado para que não tivéssemos problema com a gestação ja que ela estava com apenas 6 semanas.
O primeiro ponto turístico é a gruta de morgan.
14032014-IMG_2073
Onde tem um museu com coisas de um suposto pirada que teria escondido seu dinheiro na ilha (custo de 10.000 por pessoa) não visitamos porque sabíamos que iríamos passar uma hora la, e queríamos muitos mergulhar, então andamos mais alguns minutos e chegamos a la piscinita (2.000 por pessoa com direito a pão para alimentar os peixes).
14032014-IMG_2141
La piscinita é um local simples, com uma lanchonete que serve almoço, lanches e bebidas. O nome é sugestivo ao local com muitos peixes comendo na sua mão e uma profundidade que vaira de 5 a 10 metros e uma água completamente transparente, eu e minha esposa ficamos 4 horas dentro da água e a vontade é de não sair da água.
DCIM104GOPRO
Depois de tanto tempo na água fomos embora, pegamos nosso carrinho e seguimos por paisagens com muitos coqueiros e areia branquinha, até chegar no Hoyo soprador.
14032014-REP_0727
Os comerciantes locais literalmente laçam os turistas para estacionar perto de suas vendas e desfrutar do coco loco que é muito alcoólico.
14032014-REP_0747
Pois bem o hoyo soprador é uma gruta por onde a água do mar entre e sopra água quando o mar esta mais agitado e a maré alta. Não tivemos o prazer de ver o vulcão aquático do hoyo soprador funcionando e seguimos o nosso caminho.
14032014-REP_0628
A paisagem agora vai ficando mais urbana mais não menos  bonita.
Andando mais um 10 a 15 minutos vai ter a entrada do primeira igreja da ilha que esta localizada no ponto mais alto onde é possível avistar quase toda ilha.
Seguindo chegamos ao centro e devolvemos o carrinho.
Naquele dia fomos jantar no restaurante casa blanca que também é um hotel.
13032014-IMG_2018
A comida do restaurante é muito boa, e eles servem carnes para quem não gosta muito de peixes. O preço médio dos pratos é de 35.000 pesos, mas o grande charme do local é a famosa bebida limonada de coco custa 10.000 pesos e é maravilhosa, ir a San Andrés e não tomar a limonada de coco é como ir para salvador e não comer acarajé.
A limonada vem em um copo todo decorado, muito gostoso.
Passado este dia marcamos de ir fazer o passeio das mantaraias (arraias), 20.000 pesos por pessoa um passeio bem legal aonde o guia mostra alguns detalhes da ilha e leva o pessoal para conhecer o mangue e suas estruturas, após isto seguimos para o acuário, uma ilhota cercada de corais e de peixes.
 15032014-IMG_2440Alguns metros antes de chegarmos a ilhota o guia pula na água e retira do fundo estrelas do mar laranjadas lindas, tiramos fotos com elas e logo devolvemos para água um showw.
15032014-IMG_2503
Seguimos até acuário, la paramos para fazer fotos com os peixes e fomos ao encontro da mantarraia onde podemos pegar e fazer algumas fotos, uma experiência bem diferente.
15032014-IMG_2489
Logo após essa aventura voltamos a mil com o barco que joga muita água para quem senta atrás mais bate muito para quem senta na frente.
DCIM104GOPRO
Chegamos nos trocamos e fomos ao restaurante la regatta. Uma boa dica é pedir para os donos da pousada ou recepcionista do hotel ligar e fazer a reserva, porque a chance de você ficar esperando por longos minutos é grande.
DCIM104GOPRO
A especialidade deles é frutos do mar, de todos os tipos. Saboreamos uma deliciosa sopa de lagosta e uma sopa los pescadores e depois uma lagosta com manteiga que serviu bem para 2 pessoas. que custou 85.000 pesos. O restaurante é todo romântico e você tem a chance assim como nós de desfrutar de arraias e muitos peixes dançando abaixo de você.
Chegamos no nosso ultimo dia inteiro de ilha, conversamos com Feliciana e fomos ao acuário.
16032014-16032014-G1289410 Panoramammm
Barco saindo as 9 da manhã com o custo de 10.000 pesos por pessoa e retornando as 13 horas, la existe guarda volume que são cobrados, porem como a Feliciana era nossa guia tínhamos um guarda volumes exclusivo de graça.
16032014-IMG_2531
Ao lado do acuário tem outra ilhota chamada haynes cay muito bonita la tem uns quiosques interessantes para os turistas fazerem um lanche.
DCIM105GOPRO
DCIM105GOPRO
voltamos para o acuário pela água abaixo da cintura e começamos com o snorkeling, muitos peixes de muitos tamanhos diferentes avistamos muitos deles vem comer na sua mão do outro lado da ilhota as arraias passeiam como se estivem voando um espetáculo.
15032014-IMG_2518
Como ainda tínhamos meio dia para passear, fomos zanzar pelas ruas que no domingo ficam praticamente desertas, andamos muito e fotografamos também.
16032014-REP_0979
Decidimos aquele dia comer uma pizza no marguerita e carbonara 30.000 pesos uma pizza média e só pra lembrar la não é a Itália então a pizza eh bem estranha, parecida com aquelas pizzas prontas de supermercado.
16032014-REP_1125
No ultimo dia pedacinho de dia que nos restou fomos as compras, em San Andrés as lojas vendem mais barato que no Brasil porem a diferença em geral não ultrapassa de 30%.
Fomos para o aeroporto e encontramos Feliciana que sempre nós foi muito atenciosa.
DCIM105GOPRO
Na decolagem quando saímos da ilha e vemos aquela beleza toda, a vontade é de ficar.
DCIM105GOPRO

Ficar pra sempre naquele local que recarrega as nossas energias, nós da animo para enfrentar o dia a dia e nós ensina que independente do idioma, raça ou credo a experiência do mar das sete cores é algo divino, uma legitima dádiva de Deus.